sexta-feira, 20 de maio de 2011

Madrugada a dentro...

Meu grito já não brada,
meu silêncio agora fala por mim,
já não quero mais brigar,
já não vale mais a pena dialogar,
Tudo é silêncio e só...

Lágrimas ainda correm quentes por minha face,
porém elas logo secam...
O sofrimento já não me tem aprisionada,
a dor já não lacera,

Cada dia fica mais próximo o Adeus...

Um comentário:

conceição fittipaldi (Mallika) disse...

Pena que sentimentos virem névoas,
que cerram olhos e corações.
Estamos cá de braços abertos e corações amigos.
Afinal prescindo de ti amore.
Beijo no coração.